domingo, 3 de abril de 2011

Há quase 19 anos na estrada, a jovem finalmente conquistou o reconhecimento do público - pelo menos o sertanejo - com o lançamento do CD e DVD Paula Fernandes - Ao Vivo, em que canta ao lado de figuras como Almir Sater, Leonardo, Marcus Viana e Victor & Leo. A receptividade foi tão boa que sua mais recente música de trabalho, Pra Você, alcançou o primeiro lugar nas rádios brasileiras. Tanto sucesso, porém, não apaga as dificuldades sofridas no início de sua carreira. Aos 18 anos, Paula entrou em uma depressão profunda, motivada pelo mau êxito profissional.

"Aos 12 anos, saí de Minas Gerais, onde nasci, para tentar a vida em São Paulo. Foi um desastre. Eu e minha família tivemos que voltar de mãos abanando para casa. Estava no auge da adolescência, mas me sentia triste. Não demorou para eu perceber que estava em depressão", lembrou. A doença foi superada após dois anos de tratamento psicológico. "Foi um período muito difícil da minha vida, cheguei a perder sete quilos. Só comecei a melhorar quanto tive consciência de que estava doente", contou.

Ao contrário do que se imagina, Paula não gosta de estar constantemente sob os holofotes. "Nunca sonhei em ser famosa. Felizmente, isso não mudou tanto a minha vida, principalmente porque sou muito caseira, raramente saio à noite", disse. A fama, de fato, só bateu à sua porta em dezembro do ano passado, quando a cantora fez uma parceria com ninguém menos que o rei Roberto Carlos no especial de fim de ano da Rede Globo. Na época, os carinhos trocados pela dupla em rede nacional levantaram rumores de que os dois teriam iniciado um romance. "Foi um momento surreal na minha vida. As pessoas fantasiaram muito sobre aquilo tudo, mas o que aconteceu foi apenas um encontro de energias e artes".

Paula - que se diz "solteiríssima" - cita Roberto como um de seus grandes amigos no meio musical, ao lado dos sertanejos Zezé, Leonardo, Chitãozinho, Xororó, Victor e Leo e da baiana Ivete Sangalo. "Ivete é um amor toda vez que nos encontramos. Ela sempre diz: 'Ô, minha nega, venha cá', com aquele jeito arretado dela", brincou.

Já quando o assunto é a relação com a banda Restart, seus concorrentes na disputa ao prêmio de Artista Revelação nos Melhores do Ano da Rede Globo, Paula não poupou elogios. "Conheci o pessoal do Restart pela primeira vez na premiação e conversamos a noite toda. Até brincamos sobre quem ia ganhar de quem, aquela coisa. Não fiquei chateada de ter perdido para eles, eles são divertidíssimos", afirmou.

Avessa a fazer planos, a cantora garante que, pelo menos por enquanto, não tem a pretensão de se lançar internacionalmente. "Se for acontecer, será naturalmente, quando pintar a oportunidade. Por enquanto, quero apenas trabalhar no meu novo CD", disse. Lançado há apenas dois meses pela Universal Music e gravado no Estúdio Quanta, em São Paulo, Paula Fernandes - Ao Vivo já vendeu duzentas mil cópias e inclui os maiores sucessos da cantora, como Jeito de Mato, Quando a Chuva Passar, Sensações, Pra Você e Não Precisa.

Apesar de ter um repertório focado no estilo sertanejo, Paula faz questão de se manter longe de rótulos e define sua música mais como um "pop rural". "Canto sertanejo porque fui criada no mato, no meio rural, mas isso não significa que não goste de outras coisas. Se eu quiser compor um samba, por que não? A boa música independe do gênero", defendeu-se. A prova de seu ecletismo está em suas preferências musicais. "Gosto de Ana Carolina, Shania Twain, Coldplay, Metallica, U2, Victor & Leo... E amo de paixão o John Mayer, ele é demais."

Categories:

4 comentários:

  1. hakaafuk uje jjfdn oi

    ResponderExcluir
  2. paula fernandes é muito gostosa e linda!!

    ResponderExcluir
  3. Paulinha, adoro sua voz e seu trabalho!!!!!!!!!
    Nem Jesus Cristo agradou à todos...
    Penere, fique só com o que falam de bom sobre vc e seu trabalho. Críticas construtivas são bem vindas porém só dos que te amam sinceramente ( onde as vêzes é só a família ) ou ´pessoas gabaritadas em arte. Faça o seu melhor e com todo respeito: Dê um fôdasse para o que falam de ruim. A inveja é uma caca. Sou só uma professora, sem nenhuma evidência e sinto que as vêzes minha alegria incomoda algumas pessoas. Anulo, desconsidero, fico com as que vibram na mesma energia. Coloque seu foco no bem, no belo, no próspero e brilhe, brilhe muito, do seu jeito! Seja feliz. Nanci.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Popular Posts