segunda-feira, 22 de julho de 2013

Na pista, cantor comenta o assédio do público e assume ser metrossexual


Ele é só sucesso! Novo astro da música sertaneja, Lucas Lucco já sacode multidões e conquista cada vez mais fãs pelo Brasil. Depois de agitar o palco do Encontro, na sexta-feira, dia 19, ele bateu um papo com o site do programa sobre fama, relação com o público e vaidade. Confira a entrevista:

Qual é o segredo do seu sucesso? A que você o atribui?
O segredo maior é toda essa vibração, porque foi tudo tão rápido e surpreendente. Acho que nem a sonoridade diferente do meu trabalho consegue explicar. Eu faço tudo com muito carinho e dedicação. É um trabalho bem diferente, uma novidade. Conseguimos fazer uma produção musical bem diferente do que está no mercado. Acho que foi isso, o resultado não poderia ser outro.

Quais são suas influências musicais, em quem você se inspira?
Eu tenho várias influências diferentes: ouço desde sertanejo, como Zezé di Camargo e Luciano, Chitãozinho e Xororó. Tenho como ídolos Charlie Brown Jr., U2, Coldplay, gosto bastante de coisas diferentes, sou bem eclético. Acho que isso ajudou a fazer o meu trabalho atual, porque eu misturei todas as referências em uma só.

Como você está lidando com o assédio?
Por ser um artista ainda em ascensão, em vários estados o assédio é realmente muito grande. Em outros, já não é tanto. Meu trabalho está começando agora, apesar de ser muito rápido e surpreendente, mas tem estados que o assédio é muito grande. Acho que na maioria dos estados brasileiros a gente já conseguiu chegar. Está muito legal, gosto muito disso. Os fãs foram a melhor coisa que eu ganhei na carreira, porque é um carinho muito grande, inexplicável. No início, eu achava ainda meio estranho, mas eu vi que existe mesmo amor entre fã e ídolo. Agradeço muito a todos eles.

O que já mudou na sua vida?
Mudou tudo! Mudou totalmente minha rotina, estou fazendo uma média de 25 shows por mês, o trabalho está ótimo, tem agradado bastante às pessoas. Mudou para melhor, com certeza. Trabalhar e fazer o que gosta não é trabalho, é diversão.

Tem alguma história curiosa com fãs?
Tenho várias. Tem fã que no show, pra chamar a atenção, tira a parte de cima da roupa e sobe nas costas do amigo, tem fã que aperta o bumbum. Sempre tem algo que marca, além dos presentes que eu ganho. Lá em casa tenho mais de um armário abarrotado de presentes, ganho ursinho, ganho de tudo.

Já ficou ou ficaria com alguma fã?
Fico direto, não vejo problema nenhum nisso. É normal, tranquilo.

Como começou sua carreira musical?
Comecei aos dez anos de idade fazendo aulas de violão e de canto. Depois eu cantei em festivais de música na minha cidade, Patrocínio, em Minas Gerais. Então lá eu comecei a tocar em barzinhos e pizzarias também. Tocava de tudo um pouco: MPB, rock, sertanejo... Depois disso, fui modelo durante quatro anos. Voltei pra minha cidade e montei um trio sertanejo, onde eu era a primeira voz. Um integrante da banda teve que mudar de cidade e aí o trio acabou. Em Patos de Minas, comecei a fazer a faculdade de publicidade, onde fui até o terceiro período. Aí eu tranquei porque o meu empresário viu um vídeo meu na internet e a coisa começou a andar. A gente foi até Goiânia, conhecer outros empresários. Hoje em dia faço parte de três empresas. Atribuo meu sucesso a esse vídeo que fiz na internet, como ela é rápida pra causar tudo isso.

Como você faz pra manter a boa forma?
No começo da rotina de shows, eu treinava sozinho. A única coisa que eu gosto e sempre gostei foi musculação. Eu mesmo cuidava da minha alimentação. Depois eu contratei um personal e uma nutricionista, que ficam comigo 24 horas por dia, pra cuidar de mim. Toda cidade que eu chego, treino e como tudo certinho, tenho uma dieta bem regrada. Eu gosto de me cuidar e ter disciplina.Como você faz pra manter a boa forma?
Você se considera vaidoso a ponto de ser metrossexual?
Eu sou bastante vaidoso, gosto de me cuidar, estar com o cabelo bonito, me vestir bem, ando antenado sobre moda, procuro sempre estar atualizado. Não sei, pode ser que eu seja, sim, metrossexual.

Você considera a beleza mais importante do que a voz?
Não concordo. A primeira música que lancei na internet não tinha nem foto minha. Até hoje, tem gente que conhece a minha música e não conhece a minha imagem. Tem pessoas que cantam ‘Princesinha’ e não sabem que sou eu quem canto.

Você está solteiro?
Solteiro. Não consigo e nem posso namorar agora. Além de ter um relacionamento sério com as minhas fãs, prometi fidelidade a elas, é difícil dar atenção pra pessoa, eu prefiro ficar quieto e não namorar.

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Popular Posts